Saturday, August 28, 2010

SUSANA BACANA

Não saberia explicar a essência, saberia sim distinguir o verdadeiro, o questionador, o franco e o sentimento mais leal de amizade, de tudo o que se junta no meio do caminho.
Susana é dessas sinceridades raras, dona de momentos únicos e especialidades, digamos, " endiabradas" .
O amor é sua tônica. Amor puro, amor limpo, amor transparente que até parace que se consegue enxergar as veias do seu coração pulsando e levando o sentimento a escorregar por todo seu corpo.
Artista na vida, artista-mãe, artista-amiga.
Das suas mãos nascem flores, árvores, frutos e....também....cactos ( necessários).
Dos seus olhos muitas vezes angustiados, faíscam lembranças que se repartem que se juntam, que se desistegram e voltam. Lembranças do que foi( muitas vezes ontem).
Susana é a elevação da presença é a feitora de grandes gestos, é a carne amolecida pela busca constante.
Demorei, demoramos, resisti, restimos mas nos encontramos Susa e agora vovó Catarina não deixa mais separar.

No comments:

DE REPENTE 51

De repente 51.. Não, não foi de repente. Foram todos, um a um construídos com a determinação que quem sempre soube o que veio fazer nesse...