Saturday, November 20, 2010

Vanvan....ah Vanvan

Já dizia o poeta popular " ...nessa cidade todo mundo é d'Oxum..."
Mas ninguém e nada  se compara à você.
É muito idfícil escrever quando a emoção e o sentimento são mais rápidos que os dedos no teclado.
Profusão de pensamentos, sentimentos e vontade de descrever-te para saudar-te da meneira que mereces.
Eu me apaixonei por você desde o instante que te senti e hoje te sinto mais do que nunca.
Eu me aproximei ( devagar, confesso) em direção á sua imensa e colorida luz,
Eu me escalei para seu seu, desde o momento em que te vi atuando no seu melhor papel: Alegria!
Eu me ajoelhei no seu altar quando a sua imensa espiritualidade me preencheu.

E daí vem esse amor e esse respeito por tudo o que és, por tudo o que fazes com maestria.
Amo estar ao seu lado em qualquer lugar,
Amo nossa bebida única,
Amo, simplesmente sentir o vento em Mosqueiro ( contigo, claro)
Amo ria e muito ( contigo, claro)
Eu queria ter só um pouquinho da sua alegria
Eu queria tragar só um pouquinho da sua fé,
Eu queria, nem que fosse, por alguns instantes, ser você, nessa magnitude VANVAN.
Eu queria estar mais próximo de você,
Eu queria te ver todos os dias...
Eu não queria sempre essa saudade que dói no meu peito e muitas vezes me apunhala imaginando que você possa, por um segundo, não pensar em mim.
Amo , amo, amo ...

No comments:

LEMBRANÇA

Basta uma lembrança, esse estímulo da alma. Basta um único olhar cuidador para que tudo venha à tona. E aí percebe-se que não basta existi...