Tuesday, June 14, 2011

SEU MOMENTO, RESPEITE !

Há sempre o momento de pedir ajuda, de se abrir, de tentar sair do buraco.

Mas, antes, é imprescindível passar por uma certa reclusão.

Fechar-se em si, reconhecer a dor e aprender com ela.
Enfrentá-la sem atuações.
Deixar ela escapar pelo nariz, pelos olhos, deixar ela vazar pelo corpo todo, sem pudores.
Assim como protegemos nossa felicidade, temos também que proteger nossa infelicidade.
Não há nada mais desgastante do que uma alegria forçada.
Se você está infeliz, recolha-se, não suba ao palco.

Disfarçar a dor é dor ainda maior.
Então vale:

Não esquecer a dor, mas não torná-la um espetáculo!
Gritar, berrar, jorgar-se no chão, sentir e depois esquecer, pois já dizia meu grande mestre Leo Buscaglia: " ...se você guardar a dor, um dia ela vem cobrar isso de você..."

1 comment:

Fábio said...

Você ultimamente só tem escrito aquilo que estou precisando ler!
Obrigado, de novo!

LEMBRANÇA

Basta uma lembrança, esse estímulo da alma. Basta um único olhar cuidador para que tudo venha à tona. E aí percebe-se que não basta existi...