Sunday, April 28, 2013

O QUE REALMENTE IMPORTA

Não importa o tempo,
quanto tempo faz,
quando exatamente aconteceu.
Não importam os mínimos detalhes de uma brilhante memória.

O que importa é a sensação que fica, a sensação de não conseguir explicar.
O que importa é o calafrio, o nó na garganta, o tremor interno.
Importa, sim, o acalanto do coração, a suavidade de uma longa respiração.

Sensíveis momentos, doces lembranças que nos mudam de lugar a qualquer momento.
Força que vem da lembrança como se nada no mundo pudesse nos deter.
Domínio intenso que nos invade e  nada no mundo é maior.

A felicidae de ser, ter, aproximar...

Nada é mais forte, nada é mais puro quando verdadeiro.

E fica a incrível e inexplicável sensação do eterno abraço de um amigo.

No comments:

DE REPENTE 51

De repente 51.. Não, não foi de repente. Foram todos, um a um construídos com a determinação que quem sempre soube o que veio fazer nesse...