Tuesday, September 10, 2013

LIA SOPHIA

Eu te vi menina, inquieta.
Eu me reconheci também menino, levado pela sua inquietude.
E tudo girava ao seu redor como se tudo fosse possível.
E ,juntando pedaços, chutando barreiras, amando sem fim, você foi seguindo...
Das mais simples demonstrações de amizade, tudo ia se unindo.
E, no  instante em que percebemos você resplandeceu e nos deixou aqui fascinados e orgulhosos.
Quero sempre poder me render aos seus primeiros encantos, às notas mais fortuitas e aos momentos mais febris...
Eu quero poder sempre te abraçar e dizer-te que lembro e sempre lembrarei das canções nos bares, do quanto me emocionou na minha despedida...
Quero te dizer que sempre foi meu orgulho, independente da altura do voo.
Quero poder sempre te dizer que sua doce voz independe do seu canto, pois ela me vem misturada com sua risada.
Quero dizer que tantas vezes chorei, emocionado, sentindo que um dia eu ia te repartir com o mundo, quase numa profecia.
Quero te dizer minha amiga que tudo o que nos envolveu e nos envolve traduz a presença e a falta de amigos queridos. E que isso seja um acalanto para todos nós.
Um banquinho, um lenço vermelho e um violão... e tudo PELOS ARES.
Inesquecível presença na minha vida, saudade terei sempre, amor é pra quem sabe sentir.
Amo-te pela história que representa na minha vida, em lembranças, presentes e projeções.

No comments:

A ESSÊNCIA DA ALMA

Ela disse: -É tão mais fácil ser mau do que ser bom. A gente sofre menos. Parei e refleti, mesmo já querendo dar a minha opinião formad...