Thursday, November 28, 2013

ARREPENDER-SE É CRESCER

Ah, eu me arrependo sim !

Eu me arrependo de tantas coisas que deixei passar, que não fiz e até das que fiz e depois percebi que poderia ser diferente.

Eu me arrependo de, em momentos que eu deveria me controlar eu desandei. Eu me arrependo dos instantes que deveria deixar o arroubo me invadir e me controlei...

Ah eu me arrependo de deixar passar aquele projeto por acreditar que não seria adequado naquele momento. E o que é o momento senão o instante para tomar decisões.

Eu me arrependo de não ter sido poético quando eu poderia, de não deixar escapar da minha boca um elogio que mudaria o rumo de tantas pessoas, só por pudor...

Tanta vezes eu me arrependi de tentar mudar a mim mesmo só para agradar uma sociedade que, muitas vezes, nem me percebia...

Eu me arrependo sim de não ter voltado atrás de uma decisão porque deixei o meu orgulho me preencher com seu ego incontrolável.

Eu me arrependo de ter falado, de ter evitado situações, de ter-me calado, de não mergulhar e de tentar ser feliz de outra maneira.

E se hoje eu me arrependo é porque sei que poderia ser diferente e o importante é isso: exercitar o "perceber-se " e assumir que eu posso me arrepender mas não posso admitir, em hipótese alguma, não aprender nada com isso tudo.

O arrependimento parece, em primeiro plano, nos trazer uma amargura, mas quando o enfrentamos acabamos descobrindo que dentro de nós tem um juízo próprio que não decide sozinho, necessita da mente que faz lembrar e o coração que pulsa a vontade de mudar tudo isso.




No comments:

OS 3 PODERES

São Três: Uma subiu meteoricamente a qualquer custo. Outra desistiu de tudo e afundou-se em situações depressivas. E há aquela que ficou...