Saturday, June 07, 2014

DÉBORA - PARA CHAMAR DE AMIIGA

Nem pela poesia, nem pelos versos, nem pelas  rimas .

Nem pela sua doce voz, nem pelo seu jeito manso de me querer.

Nem pela sua imensidão, nem pela sua profundidade.

Nem pela calma que emana, nem pelo olhar cuidador.

Nem pela mulher apaixonada, nem pela amizade que não corrói.

Mas por saber que posso tê-la na presença diária no meu coração.

E tudo pra mim e sua voz, a criação dos versos, a poesia de viver digna.

Tudo em você é pra mim essa imensidão sem fim, esse horizonte alcançável, essa tímida paixão declarada pelo olhar.

E na sua calma presença, a minha paixão turbulenta, no meu jeito de te querer.

Mas quando canta, não para mim, mas da forma que me atinge, vadiando na minha cabeça, como te esquecer um só instante?


1 comment:

Silvanna Palheta said...

Ela é linda... tem minha eteeeerna admiração. Bjs Deb.

QUEM É VOCÊ?

Ela me disse: - Eu sei que mereço mais. Eu: - Por que você acha que merece mais? Ela, prontamente disse: - Porque eu fiz mais, eu me es...