Tuesday, December 30, 2014

PROMETA

Prometa sim, prometa muito, prometa tudo o que achar necessário.
Quanto mais prometer, mais chances terá de realizar mais coisas.

Quando prometemos algo é para nós mesmos que o fazemos, assim assumimos compromissos que talvez não teríamos sem esse dever íntimo.

É um tipo de desafio que nos faz pensar e lembrar por todo o período prometido.

Aí se não conseguiu isso ou aquilo não tem problema pois continua em nós o desafio para outros períodos que virão.

A promessa é uma declaração pela qual nos obrigamos, pela fidelidade ou pela justiça a fazer ou deixar de fazer alguma coisa e não esperanças fundamentadas em aparências.

Creio que prometer seja algo tão intimo que só diz respeito ao respeito que você tem por você mesmo, inclusive quando não concretizado, mesclada ou não de superstições.

Prefiro um ano cheio de promessas, motivos para determinadas esperanças, do que um ano vagando como folhas ao vento, sem destino.


Monday, December 29, 2014

MINHA PEQUENA LIANE

É preciso prestar atenção nos sinais que a vida nos dá a todo instante.
A vida nos traz, suavemente, presentes que muitas vezes deixamos passar por descuido, por achar que não merecemos, por distração.
E quando aceitamos um desses presentes, percebemos a importância dessas entregas.




Liane veio assim, sorrateira, aninhando-se do seu jeito, moldando-se ao meu e invadindo suavemente meu terreno.
Adicionou riquezas aos meus dias, somou confiança e aí floresceu esse respeito mútuo que nos move, nos aproxima e nos encanta.

Sou grato pela sua presença, pelos seus olhares carinhosos, pela sua cumplicidade, pelos seus cuidados em me conduzir.
Sou grato pela confiança e por me deixares tão leve.
Sou grato pelo amor manso, pelas sutis gentilezas e pela singeleza em me conduzir.

Eu sei que a vida nos distancia, que nos ceifa a vontade de estarmos mais próximos, mas também sei que o amor é infinito.

Eu sei, também, que a proximidade nós desenvolvemos e isso nós sabemos fazer bem.

Tens todo o meu amor e minha admiração pela dignidade do seu ser, da sua livre e bela vontade de viver.
Tens toda minha reverência e todo meu carinho por fazer a minha vida mais colorida, mais perfumada e muito, muito mais feliz.

E nossa defesa é única através das armas que carregas estampadas em ti. Salve !

Saturday, December 27, 2014

FELICIDADE LATENTE

Há uma felicidade latente no mundo mas me parece que alguém precisa soprá-la como se fosse conduzi-la até o seu destino.

Essa tal felicidade que nos ronda é como algo que está à disposição e pega quem acha que precisa, que merece. Pega quem valoriza.

Alguns pegam e entregam a outros sem sequer ficar com um pouquinho para si.
Outros pegam tudo para uso próprio, sem perceber que ela não funciona em uma pessoa só.
Há aqueles que captam e que distribuem junto com os seus, que vivem a felicidade e sabem que ela se transforma quando vivida junto com a disponibilidade.

A felicidade tem o seu formato, sua cara, sua ginga. Ela não é feita em um único molde. Ela se adapta aos seus desejos felizes.

Abandoná-la, fazer de conta que ela não existe é um direito a ser respeitado, mas depois de brincar de esconde-esconde com ela não pense que só os outros tem direito de ser felizes e você não.

Tuesday, December 23, 2014

PENSAMENTOS MEUS

Não caminhe nos meus pensamentos com os seus pés sujos !

E que fique claro: Posso até falar o que os outros querem, mas só eu sei o que eu penso.

Monday, December 22, 2014

E SE....

Se um dia o desespero tomar conta, siga, porque a fé existe para isso.

Se o desamor te alcançar, abrace, porque os amigos te distanciam dele.

Se o cansaço te perturbar, reaja, porque a perseverança não é só uma palavra.

Se o ódio te perseguir, suavize, pois o perdão te livrará.

Se pensar em desistir, lute, pois a força está de plantão te esperando.

Se a traição vier como um punhal, desvie, pois o amor próprio é seu.

Se o abandono te assombrar, busque, pois o mundo é feito de tanta gente com amor para dar.

Se alguém partir, desapegue, pois os caminhos da vida são escolhas individuais.

Se o tormento te invadir, eleve-se, sempre haverá um amigo para te reconstruir.

E se cair, levante, pois alguém que já caiu tem vasta experiência para mostrar porque está em pé novamente.

Se tiver dúvidas, responda você mesmo pois a resposta você já sabe, talvez só precise de auto confirmação.



PRINCESA LIA

Foi sim muito esperada como a realização de um sonho lindo onde a felicidade vem nos visitar e resolve ficar para sempre.

Lia é uma pequena princesa, grande na nobreza e certa de que veio encantar.



Lia consegue traduzir tudo quando a palavra é encanto e simplicidade.
Traz consigo o poder do hipnotismo, uma poção mágica paralisante e os usa a todo tempo e não para requerer algo particular, mas para mostrar que o mundo deve ser mais facilitado através de um olhar mais doce.
E que olhar!


Lia é profunda, descobridora de mundos particulares, doadora de encantos sem chantagem, simplesmente doa.

Não por ser um corpo de criança não por ter a fofura dos pequenininhos mas pela leveza do ser Lia na forma de mover-se sempre com atenção voltada a unir todos em torno de uma energia latente que, sei, veio com a missão de distribuir.


E a vida que nos envolve nos trouxe mais um anjo azul, mais um daqueles seres que nos arrancam das nossas raízes mais profundas, que nos encorajam a saltar do abismo, porque nós saberemos voar.

E, talvez sem saber, ( ainda) disso tudo, Lia somente sorri e sorrindo vai aceitando tantas provações como a nos mostrar que nesse mundo um suporta o outro, um vive pelo e para o outro, um sofre enquanto o outro ri, um levanta porque o outro já caiu.

Minha coisa mais linda, presente na vida, presente nas minhas mais fervorosas orações me enche de encanto e de prazer ao me olhar me ensinando tanto.



Não são palavras que te traduzem mas para mim é a maneira mais rápida de te dizer o quanto nos faz felizes e o quanto mudou nossas vidas desde a sua anunciação.

MATAR A SAUDADE

Não quero matar a saudade, quero aproveitar a sensação de estar junto novamente.

Se eu matá-la, nunca mais a sentirei.

Friday, December 19, 2014

SUAVIZA

Quando você não suaviza as coisas parecem tão distantes....

SINFONIA

Há uma sinfonia permanente sendo executada, mas sensível só para ouvidos atentos.

FÉ É FÉ !

Que desespero que nada, as respostas chegam de mansinho para compensar o terremoto de dúvidas.

Se preferimos brisa aos vendavais, então basta-nos esperar o momento em que, o que veio para destruir se transforme em poder de reconstrução.


E é sempre assim: Fé é fé !

Wednesday, December 17, 2014

SÓ SE FOR POR AMOR

Se não for por amor, nada, nada vale a pena.

Tudo o que merece ser feito merece ser bem feito. 


Um abraço, se merecido, tem que ter o aperto necessário.


O beijo tem que ter olhos fechados,


Se a conversa vale, tem que ter olhos atentos e o gentil balançar da cabeça,


E a mão estendida deve ir naturalmente, leve e consciente a quem precisa da ajuda.


Mais amor, mais verdade, mais interiores vasculhados.

Tuesday, December 16, 2014

SOBE E DESCE

Não sei se é mais fácil evitar ou esquecer. 

Só sei que as pessoas insistem em vivem em uma montanha russa.


E assim vão desfilando entre picos de euforia e depressão, culpando o meio em que vivem sem se dar conta das suas próprias escolhas.,

Monday, December 15, 2014

LAÇOS DO AMOR

E o amor tem dessas coisas:
Aperta os laços sem transforar em nós, não para desatar, mas para ter a possibilidade de mudar o seu formato.

Saturday, December 13, 2014

APRENDE QUEM ESTÁ ATENTO - MIUDEZAS

Paulo é o motorista do flat e, todos os dias, estaciona meu carro e me recebe com alegria.
Muito falante, ávido por intimidade, Paulo sabe dosar palavras e gestos, sem ser invasivo.

Ontem cheguei mais tarde e ele me disse:
-Sr. Ricardo, o senhor esta trabalhando muito !

Confesso que fiquei feliz naquele momento por alguém que mal me conhece estar se preocupando com a minha rotina.

Então ele continuou:
- Eu tirei férias em Novembro e fui visitar minha mãe no Rio Grande do Sul.
E eu:
- Ah! Mãe é tudo de bom, é nosso amor maior né?

Paulo, sem pensar ou ensaiar um texto, me disse na lata:

- Não Sr. Ricardo as riquezas são coisas miúdas, são pequenos grãos de areia que preenchem lugares onde ninguém mais acha que cabe algo. Minha mãe é como os grãos de areia, sempre me preenche nesses vazios que só ela sabe entrar.

Eu:
- Glup! Boa noite Paulo

Wednesday, December 10, 2014

APRENDE QUEM ESTÁ ATENTO - HAJA SABEDORIA

Hoje conheci Márcia, uma mulher forte, de uma presença iluminada especial para quem consegue suportar intenso brilho.

Falávamos sobre diversos assuntos, aqueles papos que vão de "agulha até bomba atômica" e então o assunto começou a assumir uma temática mais filosófica e assim divagamos sobre maneira de viver e saltou na nossa frente o tema: JULGAMENTO.

Discorremos, cada um na sua vez, sobre diversas facetas dessa prerrogativa e a todo tempo eu me deliciava com a presença da Márcia que tem algo que eu amo tanto nas pessoas: prestar atenção no que o outro diz, enquanto o outro fala.

Márcia olhava dentro dos meus olhos e, em silêncio, enquanto eu tagarelava, fazia questão de deixar bem claro que estava prestando atenção em mim, na nossa conversa e que aquilo lhe interessava muito. E isso foi me encorajando ao longo do meu breve discurso sobre o tema.

Quando chegou sua vez de falar, ela levou o copo d`água à boca, tomou um longo gole e contou:

- Sabe Ricardo quando vou à praia vejo tantas pessoas julgarem as outras por diversos motivos. Ou porque vestem roupas "fora da moda"ou porque estão gordas e usam biquini.
Eu, muitíssimo atento para ver onde aquilo iria dar, permaneci em silêncio com o mesmo olhar atencioso que ela me proferiu quando eu falava.
Continuou:
- Aí eu fico pensando, se a pessoa está de usando biquini e com o corpo fora dos "padrões"estabelecidos pela sociedade e porque ela está feliz naquele momento, é porque ela gosta de praia e vai de qualquer forma. Ou será que o mar só tem lugar para pessoas magras, malhadas ou que usam roupas da moda ?

E eu:
- Hum hum

Ela:
- Fico louca da vida com isso, ficou louca com pessoas que resolvem definir padrões para todo mundo e aí sentem-se no direito de julgar.
Faz tempo que eu me livrei dos julgamentos, sendo eu mesma e, sequer, dedico a minha visão periférica a enxergar rumores maldosos. Deixo a maldade com eles, afinal foram eles que a criaram.

Eu:
- Clap, Clap, Clap

Detalhe: Márcia tem 58 anos 1,74m e 58 kg.

ABSTRAIA

Abstraia o que não lhe convém!

Porque o que não lhe convém nem deveria te preocupar.....

Tuesday, December 09, 2014

APRENDE QUEM ESTÁ ATENTO - ALIANÇA

Ontem, caminhando na areia da praia, contemplando a beleza da imensidão do mar  e, por um momento, meus olhos foram atraídos por um objeto brilhante semi enterrado na areia molhada.

Abaixei-me e verifiquei que era uma aliança dourada e que no seu interior estava gravado o nome de uma mulher - Beatriz.

Minha mente já começou a movimentar-se buscando uma justificativa para aquela aliança estar ali, abandonada.



Tantas coisas me passaram pela cabeça e até imagens do que poderia ter acontecido. Então fixei-me nas rosas brancas espalhadas pelas ondinas do mar, como oferecimento a Yemanjá ( ontem comemorou-se o dia de N. S. da Conceição ) que perfumavam o lugar.

Naquele momento imaginei Beatriz e seu amor, que possivelmente usava aquela aliança e, talvez, num momento de rompante terminou esse relacionamento, lançando a aliança no mar para que a Mãe Sereia o livrasse das mágoas.

Também me veio de sobressalto ensinamentos adquiridos ao longo dessa minha vida de que não se pede para apagar aquilo que ainda está gravado dentro de si e que pedidos são como ordens àqueles que estão destinados a ajudar.

Olhei novamente para a aliança e, mentalmente, vibrei pelo amor de Beatriz e seu escolhido e com a brisa do mar batendo no meu rosto, senti que ainda existia uma fagulha que incendearia novamente aquela paixão.
Abaixei-me novamente, quase numa reverência, e recoloquei a aliança no lugar onde a enontrei.

Saí caminhando, leve e refeito na certeza que Yemanjá na sua imensa sabedoria devolveu o objeto lançado, que é o símbolo da união dos que se amam e quase conseguindo ouvir, num leve cantar.
 "Devolvo-te aquilo que ainda tem um par"...

Monday, December 08, 2014

APRENDE QUEM ESTÁ ATENTO - ESTÍMULOS

Um dia desses,  no shopping center, deparei-me com uma longa cena:

Pai, mãe, avó e irmã de uma menina de aproximadamente 2 anos passeavam e divertiam-se no que seria um dia em família.

A pequena, assim como toda criança na sua idade, reagia a todos os estímulos a que era submetida. Olhava para a multidão de pessoas que transitavam por aquele paraíso do consumo, soltava gritinhos quando os sinos de Natal da decoração soavam, deleitava-se com aquela figura vestida de vermelho e botas pretas com uma enorme barba.

Tudo muito lindo, harmônico, não fosse pelo mau humor dos adultos, seres que não conseguem lembrar que já foram criança e que também já deliraram com a avalanche de informações que esses lugares provocam naqueles que iniciaram a vida a pouco tempo.

Entre sorrisos, gargalhadas, suspiros e correrias a criança era, constantemente tolhida da sua liberdade de ser feliz (pasmem!) pela mãe que o tempo todo dizia: Não mexa, silêncio, mais devagar, solte isso.... Senão eu vou....

Ah, mas o mau humor não pode ser vencido, e eis que a avó da pequena, talvez tão indignada quanto eu, proferiu:

- "Para que traz a menina em um lugar com tantas coisas se ela não pode fazer nada? Então, continuou, seria melhor deixá-la em casa porque quem não conhece não sente falta".

Sem mais.... E assim coleciono mais um ídolo, essa sábia avó.

Thursday, December 04, 2014

APRENDE QUEM ESTÁ ATENTO - SEU NIVALDO

Hoje estive conversando com o "Seu" Nivaldo e enquanto conversávamos o seu celular tocou. Ele atendeu e conversou carinhosamente com alguém que parecia ser uma criança.

Ao desligar ele disse:

- Era minha neta !
E eu perguntei:
- Quantos netos o senhor tem?
E ele, sorridente e orgulhoso respondeu:
- Tenho 6 netos. 

Foi quando fiz a pergunta da qual a resposta me arrebatou: - Mas essa é a predileta?

- Não tenho predileção, é só uma devolução dos estímulos que recebo dela. Ela e a que mais me liga, que me enche de beijos e me dá carinho sempre...

Ah 'Seu"Nivaldo, é isso mesmo somos reflexo dos estímulos que recebemos.

APRENDE QUEM ESTÁ ATENTO - ALIMENTO


Tenho almoçado em um pequeno restaurante acomodado em uma casa, ainda com os compartimentos originais, chamado NOSSA CASA. 

As donas, 2 irmãs sempre muito solicitas, comida boa, ambiente agradável, blá blá blá.

Mas o que sempre me intrigou foi uma senhora aparentando uns 80 anos, que fica sentada na entrada do restaurante, em uma mesa pequena, sempre sozinha, calada e sorrindo, mas sempre só, sempre clada.

Hoje, após terminar meu almoço foi até ela e perguntei seu nome ...
Ela:
-Me chamo Isaura, sou mãe das meninas que comandam isso aqui.
Eu:
- E a senhora fica comandando tudo daqui né? Brinquei...
D. Isaura:
- Não, meu filho, eu fico aqui para me alimentar das belezas, da juventude, da alegria e da gentileza dessas pessoas que frequentam a nossa casa.
E continuando...
- E isso alimenta a minha alma, me faz feliz...

Sou seu fã D. Isaura.

CINTIA - CARINHO MAIOR

Foram tantas coisas que vivemos, mas a sensação é que eu quero sempre mais, até acho que foi pouco...
Sabe, eu te reconheci no primeiro olhar e na primeira trapalhada sua eu disse: É ela !


Sabe, eu te dediquei e recebi todo amor em todos esses anos em que a vida insistiu em nos separar, mas nossa ligação foi maior e venceu!

E hoje te tenho novamente, mais perto, mais presente como sempre foi: um presente na minha vida.

Belas lembranças nos envolvem e nos remetem, deixando claro que o carinho não muda, que a torcida é cada vez maior e que o amor sempre prevalece.

Hoje dividimos amigos, histórias, e aumentamos nossos abraços como sempre fizemos.

Não há carinho maior do que poder tê-la assim mesmo que distante mas com o mesmo olhar cuidador, com o mesmo sorriso e com as mesmas trapalhadas que me encantam.

Viemos através de amigos, nos mantemos com eles e vivemos uma vida inteira para a amizade.

Obrigado minha querida por ser sempre presente nos meus pensamentos, por fazer eu gostar tanto do seu ser, por me fazer tão bem, por me dedicar tantos momentos da sua vida.

E será assim até quando quisermos, suportados por essa doce e inigualável amizade.


EU PRECISO SIM !

Eu preciso escrever para aliviar a minha alma e a tua, se você quiser.
Eu preciso escrever para externar os sentimentos mais íntimos e assim te levar junto, se você quiser.
Eu preciso escrever para e sobre aquilo que me faz bem e a você também, se você quiser.
Eu preciso escrever para pessoas que gostam da minha escrita e assim eu as convido a viajar nas palavras. E você também, se você quiser.

Eu preciso escrever, não para eternizar livros e escritos, mas para uma reflexão e chamado à realidade, no presente.

Eu preciso sim escrever porque quando expulso um pouco dessa necessidade no meu interior, elas se tornam frases, versos, textos, linhas, palavras soltas, juntas e misturadas.

O meu escrever é para quem quer, para quem aceita e para aqueles que me dividem, me somam, me subtraem e me traduzem.

Meus escritos não são palavras jogadas, sem dono. São palavras endereçadas, sabe-se lá a quem se destina, mas que tem dono, ah isso elas tem.

Então assim somos nós dois, eu e minha necessidade permanente e constante de deixar fluir o que a vida me manda muitas vezes em formato sólido.

E se o meu precisar não te toca, talvez  você seja o endereço que estamos procurando a tanto tempo.

DE REPENTE 51

De repente 51.. Não, não foi de repente. Foram todos, um a um construídos com a determinação que quem sempre soube o que veio fazer nesse...