Wednesday, December 10, 2014

APRENDE QUEM ESTÁ ATENTO - HAJA SABEDORIA

Hoje conheci Márcia, uma mulher forte, de uma presença iluminada especial para quem consegue suportar intenso brilho.

Falávamos sobre diversos assuntos, aqueles papos que vão de "agulha até bomba atômica" e então o assunto começou a assumir uma temática mais filosófica e assim divagamos sobre maneira de viver e saltou na nossa frente o tema: JULGAMENTO.

Discorremos, cada um na sua vez, sobre diversas facetas dessa prerrogativa e a todo tempo eu me deliciava com a presença da Márcia que tem algo que eu amo tanto nas pessoas: prestar atenção no que o outro diz, enquanto o outro fala.

Márcia olhava dentro dos meus olhos e, em silêncio, enquanto eu tagarelava, fazia questão de deixar bem claro que estava prestando atenção em mim, na nossa conversa e que aquilo lhe interessava muito. E isso foi me encorajando ao longo do meu breve discurso sobre o tema.

Quando chegou sua vez de falar, ela levou o copo d`água à boca, tomou um longo gole e contou:

- Sabe Ricardo quando vou à praia vejo tantas pessoas julgarem as outras por diversos motivos. Ou porque vestem roupas "fora da moda"ou porque estão gordas e usam biquini.
Eu, muitíssimo atento para ver onde aquilo iria dar, permaneci em silêncio com o mesmo olhar atencioso que ela me proferiu quando eu falava.
Continuou:
- Aí eu fico pensando, se a pessoa está de usando biquini e com o corpo fora dos "padrões"estabelecidos pela sociedade e porque ela está feliz naquele momento, é porque ela gosta de praia e vai de qualquer forma. Ou será que o mar só tem lugar para pessoas magras, malhadas ou que usam roupas da moda ?

E eu:
- Hum hum

Ela:
- Fico louca da vida com isso, ficou louca com pessoas que resolvem definir padrões para todo mundo e aí sentem-se no direito de julgar.
Faz tempo que eu me livrei dos julgamentos, sendo eu mesma e, sequer, dedico a minha visão periférica a enxergar rumores maldosos. Deixo a maldade com eles, afinal foram eles que a criaram.

Eu:
- Clap, Clap, Clap

Detalhe: Márcia tem 58 anos 1,74m e 58 kg.

No comments:

LEMBRANÇA

Basta uma lembrança, esse estímulo da alma. Basta um único olhar cuidador para que tudo venha à tona. E aí percebe-se que não basta existi...