Saturday, January 10, 2015

O AMOR DE GLEICE

Já fazia tanto tempo e eu te reconhecia daquele meu jeito de querer quem vale a pena.

E então fez-se o momento que criou nosso laço, assim mansamente se encostando, gostando da presença, do cheiro, da vida compartilhada.





Assim fomos nós nos aproximando como dois passarinhos a dividir o mesmo ninho vindo de mundos distantes e repartindo gravetos que construiriam esse amor.


Sim, te amo por toda segurança que me proporcionas, pelo carinho derramado, pela simplicidade que descobri.


Gosto tanto do seu jeito de me gostar, de me querer, de me moldar com o seu formato.


Nós nos reconhecemos por vidas vividas tão parecidas, pelo valor às nossas raízes, por não termos vergonha de sonhar e mostrar que somos de riso fácil e de choro também.


E nesse imenso universo dividimos saudade verdadeira, lembranças e emoções.


De todas as palavras ditas as que eu mais amo são aquelas com pronúncias individuais que, por um instante, me calam da minha efervescência e me jogam para dentro de ti.


Gosto tanto e por tanto gostar me vejo num mundo tão bom, circundado por essa redoma de proteção que só você sabe me envolver.


E é do interesse do querer que eu te digo: Amor é dividir e eu amo seu empenho em me fazer sorrir cada vez que coloca em mim a necessidade da sua presença.


No comments:

OS 3 PODERES

São Três: Uma subiu meteoricamente a qualquer custo. Outra desistiu de tudo e afundou-se em situações depressivas. E há aquela que ficou...