Monday, February 23, 2015

VERDADEIRAMENTE DANYELA

O amor está sempre a espreita, quando menos percebemos ele nos assalta e toma conta do nosso coração.


Ele nos inunda de uma sensação indescritível, porque o amor é assim, sempre intenso quando verdadeiro e único em diferentes momentos.

E, tropeçando por aí, fui assaltado pelo seu amoroso jeito de me inundar com o seu único, verdadeiro e simples amor.




Quero te dizer que pode até ter sido amor à primeira vista mas eu acho que é algo muito mais profundo desde o primeiro instante. Porque nós nos reconhecemos e encontramos um ao outro gostando e cuidando daquele encontro.

Há em ti uma grandiosidade e uma vontade de viver que são tão perceptíveis como latentes.
Ha uma cativante doçura que me faz querer tanto a sua presença que até me sufoca.

Sou tão feliz pelo nosso "reencontro" e pela possibilidade de poder desfrutar dessa sua verdade, desse seu jeito manso e avançado, dessa sua capacidade de me envolver nessa turbulenta imensidão que é o seu mar de carinhos.

Saiba minha querida que me trouxeste infinita alegria, me presenciou com o seu amor distribuído a quem eu também tanto amo.
Presenteou-me com a mais íntima conquista que é dividir a atenção e me colocar junto aos seus.

Que nossa sensação perdure, que nossos olhares continuem se cruzando e provocando essas inebriantes fagulhas.

E de todo amor dispensado, saiba que o meu é tão grande quanto a volta por oferecê-lo.

E hoje tenho em mim sua indelével marca composta do seu sorriso e da sua mais pura verdade.

Tuesday, February 10, 2015

INCOMPARÁVEL LUCIMAR

És um exemplo infinito.
E meu encontro contigo foi uma das coisas mais belas da minha vida.
Porque tudo em ti é amor e é razão ao mesmo tempo. É mistura, e conhecimento. E isso me traz tanta paz.

A verdade é que te admiro como mãe que educa e esclarece.
Admiro pela experiência que compartilhas, pelo zelo aos seus.
Amo o seu jeito manso de nos querer bem, de abraçar a todos e de distribuir carinho.
Sou seu fã minha amada e escolhida mãe paraense, sim sou seu fã.
Amo sua destreza em lidar com qualquer questão.
Eu me emociono com a sua emoção escancarada e lúcida.
Faço, e farei tudo para que se sinta sempre imensamente feliz.
Sou tão grato por me acolheres no seu colo, por me aconchegar no seu abraço e por me trazer sempre essa louca vontade de estar perto de ti.
És de um valor incalculável, és uma flor cheirosa, bela e elegante.
E só quero falar de ti, do seu jeito, da sua magnitude viva. Essa fortaleça que nos inspira, e nos ama de verdade.
E ao mesmo tempo consigo sentir a suavidade e o peso da sua mão, a rouca e mansa voz podendo se transformar num bravo infinito.
És isso, és assim e é assim que amo tanto, que morro de saudade, que peço proteção.
Obrigado por me ter junto a ti, porque sei que benditos são seus frutos, bendita é a sua casa e abençoados serão todos os nossos encontros.
Nenhuma forma de expressar será maior do que poder sentar e te acolher no meu silêncio enquanto sorvo e aprendo com a imensidão que é a sua história.
Obrigado por me trazer tanta festa, por me balançar no seu acalanto, por entoar verdades e ensinamentos.

Para sempre, para sempre Lucimar.


Monday, February 09, 2015

APRENDE QUEM ESTÁ ATENTO - SORRISOS ÀS COISAS BOAS

Tem pessoas que vem destinadas a fazer os outros sorrirem, pela doçura, pelo desejo do encontro de almas..

E eu acredito mesmo que as almas se encontram quando ha disponibilidade, pelo menos, de um lado.

Hoje é um daqueles dias que a surpresa me arrebatou com a presença desse ser de luz que entrou assim mansa e cuidadosamente e me conquistou.

E essa presença dourada encontrou minha alma palpitante, acomodou-a e me deixou em paz, como há tempos não acontecia.

Simples e singelamente me disse: " As coisas boas da vida merecem sorrisos".

Então eu sorri e assim percebi que aquele era um momento bom e que quando sorrimos é porque algo bom nos motivou ao gesto.

E não mais que em um momento de ternura completou:

"Seja feliz, porque você merece..."

Obrigado Sirius Dourada, pelo meu sorriso conquistado e pelo respeito mútuo identificado.



DE REPENTE 51

De repente 51.. Não, não foi de repente. Foram todos, um a um construídos com a determinação que quem sempre soube o que veio fazer nesse...