Wednesday, October 21, 2015

ENTRE NÓS

Entre nós nada é despretensioso. Temos sim a pretensão de sermos felizes e somos.
E quando estamos juntos tudo é luz, claridade todo o tempo. E o tempo torna-se nosso inimigo, tudo passa tão rápido. E rápido mesmo foi como nos identificados. E essa identidade tem a nossa marca criada. E o que e marcante mesmo é o jeito manso da nossa turbulência. E turbulento mesmo são nossos pensamentos, nossos risos. E risada e o que não falta. E falta mesmo é o que sentimos quando o encontro acaba. E o que acaba retorna nas nossas lembranças. E lembrança é uma coisa que sabemos valorizar. E o valor de tudo isso é saber que podemos contar com o nosso amor. E o nosso amor é inexplicável
. Ah, eu explico – temos peito aberto, alma livre e mente altiva

Tuesday, October 20, 2015

NOVA IDEIA

A alegria que uma nova ideia traz é recriar a capacidade de se emocionar por coisas novas ou pelas mesmas coisas, de outra maneira.
Para frente é que se vai quando acreditamos na possibilidade de sermos mais eficazes, mais felizes com uma nova ideia que ganhou alma.
Parado é que se fica quando tudo vira desculpa para não praticá-las.
O movimento vem do crer, vem da nossa infinita capacidade de perceber que o nosso universo começa pelos nossos pensamentos.
Ideias positivas são reflexo do animo interno, do motivo que você dá a si mesmo para agir.
Ideias serão sempre, e somente ideias, se você não entender para que as criou.

METADES

Não quero pedaços, quero inteiro,
Não quero metades, preciso dos dois lados,
Não quero migalhas emocionais, necessito algo de verdade,
Minha panela tem que ter tampa, não quero só frigideira,
Não quero recompensa do que eu doo, quero antecipação.
E se forem retalhos, que seja uma colcha multicolorida,
Se forem cacos, que seja um mosaico.
Não quero repartir, quero compartilhar.
Fragmentos me interessam só se forem lentas gotas a me preencher.
E se não for assim também não me interessam as sobras, os resquícios, as pequenezas...
E se isso tudo for um sonho, então nos encontramos no próximo despertar

SEU OLHAR

Quando o meu olhar te encontrou eu senti que algo se derramava em mim.
Quando me encontrei no seu olhar eu fiquei buscando o que jamais teria explicação.
Quando senti o calor da aproximação eu até busquei defesa, em vão.
Quando tudo parecia avançar eu senti a insegurança rondar.
Mas quando voltei a fitar-te eu me encontrei calorosamente no seu olhar.
E assim eu me desvendei e me trouxe de volta ao mundo dos deleitados.
E quando eu me miro eu sei que de tudo o que consigo ver tem o resquício do seu olhar, agora cuidador da minha alma.

DE REPENTE 51

De repente 51.. Não, não foi de repente. Foram todos, um a um construídos com a determinação que quem sempre soube o que veio fazer nesse...