Friday, February 05, 2016

JANELAS

Todas as janelas fechadas.

Ela sabe que há somente uma que a levará ao seu destino.

Então inicia sua busca frenética por essa nesga que a libertara.

E, desesperadamente, sem nenhum pudor vai tentando abrir as janelas.

Enfim, pára, planeja e assim acha um jeito de ir ao encontro da sua liberdade.

Sai triunfante, vitoriosa e liberta.


Vive como se não houvesse o amanhã.

Experimenta todos os sabores, vislumbra novas matizes, cheira o novo.


Enjoa, enfadonha-se e quer voltar.

Mas ela se esquece de que as janelas só abrem pelo lado de dentro.

No comments:

DE REPENTE 51

De repente 51.. Não, não foi de repente. Foram todos, um a um construídos com a determinação que quem sempre soube o que veio fazer nesse...