Tuesday, April 12, 2016

ANDO EM BUSCA

Ando em busca de braços que saibam envolver, que saibam abraçar na medida dos seus sentimentos verdadeiros.
Ando em busca de abraços que, de tão verdadeiros, possam vir de braços envoltos pela vontade querer bem.

Ando levando, também, os meus braços em busca de disponibilidade a receber um abraço, com vontade de sentir essa bem querência.

Ando querendo que os abraços estejam por aí, em qualquer lugar, ao alcance de quem precisa, à mão dos necessitados, direcionados a quem quer que seja merecedor desse carinho.

Ando e, por vezes, paro a observar que nem sempre braços abertos são símbolo de aconchego, eles podem estar simplesmente se defendendo da fata de um abraço.

Paro e observo, na esperança de voltar a andar, que o que sucede um abraço é uma alegria instalada pelo ato, mas o que o precede nem sempre tem o mesmo valor.

Ando em busca desses apertos com braços que desatem os nós da humanidade e dos homens que se apertam com o passar das idades.

Mais do que um afago, abraço é uma troca.
No lugar de: "me dá um abraço", que tal "vamos trocar abraços"?

No comments:

A ESSÊNCIA DA ALMA

Ela disse: -É tão mais fácil ser mau do que ser bom. A gente sofre menos. Parei e refleti, mesmo já querendo dar a minha opinião formad...