Saturday, September 10, 2016

UMA VIDA INTEIRA

Tantas coisas que eu quero te contar meu irmão.
Daquele nosso jeito de conversar, daquele seu jeito de prestar atenção e se interessar pelas minhas coisas.
Naqueles lugares que a gente gostava de sentar, livres e descomprometidos onde a prosa rolava solta.
Sabe, meu irmão, eu nunca lhe disse, mas sinto tanto a sua falta desde que você partiu que chego a te materializar para afagar esse meu sentimento.

Tantas coisas aconteceram desde que você nos deixou.
Tantos momentos em que precisávamos da sua presença, dos seus conselhos e da sua alegria.
Mas como nós bem sabemos, presença é o que vive. Vive na lembrança no sentimento, acreditando na sequência da vida.
Mas eu quero te falar que te sinto nos meus momentos e dizer que me suportei tantas vezes pensando no que você diria das minhas escolhas.
Saiba, meu irmão, que meu mundo ficou mais vazio, menos colorido, menos inspirador mas eu junto todas as fontes da minha fé e me recupero rapidamente para tê-lo sempre comigo.
Olha, eu passei por algumas dificuldades, momentos meus, sabe aqueles problemas que podem ser coisa da nossa cabeça, mas são problemas e eu tirei de letra.
Tive tantos momentos felizes também e em todos eles eu me projetava em você, vibrando e comemorando sempre.
Eu tive, mano, decepções, daquelas que me cortaram a carne, que me fizeram chorar e ao mesmo tempo refletir e crescer.
Fui a lugares novos, conheci pessoas interessantes, gente do bem e agreguei-as à minha vida.
|Ah, sabe aquele assunto sobre o qual sempre falávamos? Pois é, aprendi mais do que nunca a não querer quem não me quer e me " desencostar" daqueles que me querem somente como arrimo.
Cozinhei muito, inventei pratos novos e aí sim eu te sentia, ali sentando me observando, orgulhoso, bebendo seu uísque e aguardando o jantar.
Já cheguei até a comprar comida diet, pois tinha acostumado a vê-las nas prateleiras dos supermercados quando ia comprá-las para você.
Ontem comi costela assada...ahhhh isso é só nosso.
Aprendi a comer filé a parmegiana somente nos lugares que você gostava e descartava as batatas fritas.
E das tantas coisas que você me presenteou, aquela garrafa de uísque ( que eu escolhi) está intacta.
Meus amigos sempre lembram de você, lembramos histórias e encontros. Lembra de todos? Tantos né?
E sabe o que mais? Eu sento no seu lugar no balcão da churrasqueira da casa da mamãe e faço tipo que comando todos. Só pra você não fazer tanta falta irmão... só por isso.
No mais está tudo igual, estamos bem, estamos com saudades, estamos unidos como você sempre desejou e me pediu.
Só tem uma coisa que me mata... Hoje mesmo vendi um carro igualzinho àquele que você sempre quis e não deu tempo.

No comments:

A ESSÊNCIA DA ALMA

Ela disse: -É tão mais fácil ser mau do que ser bom. A gente sofre menos. Parei e refleti, mesmo já querendo dar a minha opinião formad...